Mais informação sobre trabalho forçado

2022

  1. OIT apresenta ao governo do Amazonas proposta de plano piloto para promover o trabalho decente na cadeia da castanha local

    6 de Janeiro de 2022

    O projeto visa ainda a desenvolver a melhoria das condições de vida da comunidade ribeirinha extrativista da castanha-do-Brasil, incluindo as comunidades isoladas do Amazonas.

2021

  1. Seminário promove conhecimento sobre saúde, segurança e trabalho decente na cadeia produtiva do cacau brasileiro

    1 de Dezembro de 2021

    Organizado pela OIT e Iniciativa CocoaAction, evento virtual reuniu atores sociais da cadeia produtiva cacaueira dos principais estados produtores.

  2. Com ferramenta inovadora de informação, Brasil consolida política pública nacional de assistência às vítimas de trabalho escravo

    18 de Outubro de 2021

    Elaborado com apoio da OIT, o Fluxo Nacional de Atendimento às Vítimas do Trabalho Escravo orienta as práticas de denúncia, planejamento, resgate e pós-resgate de vítimas do trabalho análogo à escravidão e passa a integrar o ordenamento jurídico do país, após portaria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

  3. Cadeia produtiva da castanha-do-Brasil - avanços e desafios rumo à promoção do trabalho decente: Análise situacional

    31 de Agosto de 2021

    No âmbito do Projeto “Promoção e Implementação dos Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho”, um dos eixos de intervenção está voltado para a promoção de cadeias produtivas sustentáveis. A partir de uma análise conjunta da OIT e do MPT sobre a preponderância de fatores de risco para deficits de trabalho decente (especialmente a vulnerabilidade pra o trabalho infantil e escravo), determinados setores econômicos foram selecionados para serem objeto de estudo e uma possível intervenção com vistas à promoção do diálogo social e incentivo ao desenvolvimento econômico e social local. Neste cenário, a cadeia produtiva da castanha-do-Brasil, que tem como uma das áreas geográficas de influência a Região de Boca do Acre, no estado do Amazonas, foi selecionada.

  4. MPT, OIT e parceiros lançam Plano de Desenvolvimento Local para o maior polo gesseiro do mundo

    26 de Agosto de 2021

    Localizado em Pernambuco, polo do Sertão do Araripe é responsável por cerca de 90% da produção nacional de gesso. Plano traz diretrizes para a promoção do trabalho decente, maior produtividade e responsabilidade social, e melhoria das condições de vida de trabalhadoras e trabalhadores.

  5. Cadeia produtiva do gesso – Avanços e desafios rumo à promoção do trabalho decente: Análise situacional

    26 de Agosto de 2021

    Para a elaboração do Plano de Desenvolvimento Local (PDL) Gesso 2030, o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, desenvolveram este diagnóstico robusto sobre o processo produtivo do gesso, as diferentes relações de trabalho envolvidas e sobre o contexto socioeconômico local na região do Polo Gesseiro do Araripe, localizado no estado de Pernambuco. O gesso produzido no Polo do Araripe é responsável por cerca de 90% da produção nacional. O diagnóstico partiu de estudo preliminar elaborado pela OIT e pelo MPT sobre desafios e avanços em relação à promoção do trabalho decente na região e combinou levantamento e análise de dados secundários quantitativos e qualitativos, entrevistas semiestruturadas e workshops com diferentes atores locais (representantes da sociedade civil, trabalhadores, empresas e Administração Pública).

  6. Plano de Desenvolvimento Local Gesso 2030 para o Sertão do Araripe será lançado nesta quinta-feira

    25 de Agosto de 2021

    Elaborado pelo MPT, OIT e FGV, Plano traz diretrizes de promoção do trabalho decente e melhoria das condições de vida de trabalhadoras e trabalhadores no maior polo gesseiro do mundo, localizado em Pernambuco.